Quarta-feira, 18 de maio de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Umuarama reativa leitos para Covid-19 e reforça testagem da população

Publicado em 26/01/2022 às 10:31 por Editoria Movimento Saúde

Nos últimos dias, pacientes de Umuarama têm sido encaminhado para hospitais da região, pela falta de leitos destinados a paciente com covd-19. Mas segundo informou nesta segunda-feira (25) a 12ª Regional da Secretaria de Estado da Saúde, o município pode voltar a contar com leitos nos próximos dias (entre quarta e quinta.

A princípio seriam 30 enfermarias, sendo 20 para a Uopeccan e 10 para o Hospital Cemil. Mas conforme informou 12ª Regional na manhã desta quarta-feira, foram habilitados também 10 leitos para o Hospital Nossa Senhora Aparecida. Se todos os leitos forem confirmados, a ampliação totalizará 40 leitos para Umuarama e região. Não há leitos de UTI credenciados na rede pública em Umuarama. Caso haja a necessidade desse tipo de leito, eles serão solicitados conforme a demanda. De acordo com a chefe da 12ª RS, Viviane Herrera, o governo do Estado anunciou a reativação de leitos de enfermaria Covid no Noroeste do Paraná, com possibilidade ampliação para mais leitos se necessário.

A ampliação de leitos Covid será feita em todo o Estado, podendo chegar a 500 leitos exclusivos para pacientes com sintomas mais sérios da doença. “Os casos aumentaram, mas a maioria permanece leves, o que comprova a eficácia da vacina. A população precisa manter a vacinação e as medidas sanitárias. Estamos apenas aguardando a confirmação dos hospitais”, acrescentou.

Segundo esclareceu a chefe da 12º Regional, a prerrogativa de habilitar leitos é do Estado, porém depende da concordância dos hospitais e da disponibilização dos leitos. “Eles estão fazendo uma organização interna nesta terça e quarta. Possivelmente até quinta possam disponibilizar os leitos para a rede e então os hospitais poderão receber pacientes com Covid das cidades da 12ª Regional de Saúde”.

O prefeito Pimentel reforçou, inclusive no discurso de posse nesta terça, na Câmara, a necessidade de liberação dos leitos. “Nós pedimos ao secretário da Saúde (Beto Preto) e ao governador, para que possamos atender os pacientes aqui mesmo na cidade. Os casos aumentaram bastante e começaram a surgir pessoas com sintomas mais graves, hospitalizadas em outras cidades. Queremos atendimento aqui em Umuarama”, apontou.

Reforço na testagem

Uma das estratégias adotadas em Umuarama no sentido de conter os avanços e agilizar o atendimento, é que o Ambulatório de Síndromes Gripais passou a realizar exclusivamente exames antígenos, os chamados testes rápidos em todos os que chegarem até a Tenda Covid. E apenas quem recebe o exame positivo vai entrar para atendimento. Os outros serão encaminhados a unidades básicas de saúde ou dispensados. A testagem rápida apresenta o resultado em 15 minutos.

Além de dar agilidade ao processo de atendimento ao cidadão, o novo esquema de triagem deve reduzir sensivelmente a emissão de atestados de afastamento do trabalho. “Para se ter uma ideia, foram realizados mais de 10 mil atendimentos nos últimos dias em Umuarama. Deste total, 3.800 foram diagnosticadas com a doença (cerca de 40%), ou seja, felizmente a maioria das pessoas que procura por atendimento médico aqui não tem covid-19”, conta Herison Cleik da Silva Lima, secretário municipal de Saúde.

Ele observa que há um número ‘muito expressivo’ de pessoas não tem sequer um sintoma de gripe e, mesmo assim, vai até o Ambulatório buscando fazer exame. “Algumas pessoas contam que não tiveram contato com um ninguém positivado, dizem simplesmente que ‘estão desconfiando’, mas não apresentam sintomas gripais. Se o atendente diz que ele não vai ser encaminhado para teste, eles ficam bravos, se revoltam, alguns chegam até ser agressivos”, conta.

O município tem testes antígenos swab (cotonete) suficientes para atender à grande demanda registrada desde o início do mês. Porém, o secretário de Saúde apela à população para que só busque atendimento no Ambulatório de Síndromes Gripais caso tenha sintomas. “Vale destacar que não adianta fazer o exame no primeiro dia de sintoma. É preciso aguardar pelo menos três dias para diagnosticar a infecção”, indica Lima.

REUNIÃO COM EMPRESÁRIOS

O prefeito de Umuarama, Hermes Pimentel, já havia indicado, há cerca de um mês, que a Secretaria de Saúde adotasse mais testes rápidos de Covid no Ambulatório. “Temos que tomar uma atitude para resolver um problema que vem acontecendo na cidade, que é o grande número de empregados que chegam na Tenda e dizem ter sintoma de gripe, pegam atestado e ficam afastados do serviço por sete ou dez dias, aguardando o resultado do exame feito em Curitiba. Agora isso vai ser resolvido, pois na hora ele já vai saber se pode voltar ao trabalho”, observou.

Ao lado dos secretários de Saúde, Herison Cleik da Silva Lima, e de Indústria, Comércio e Turismo, Marcelo Adriano Lopes da Silva, Pimentel recebeu um grupo de empresários associados à Aciu (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama), que relataram estar passando por ‘grandes dificuldades’ com a questão dos afastamentos por suspeita de Covid. “Há setores em minha indústria que, de 15 empregados, 10 estão de atestado. Não sabia mais o que fazer, por isso viemos solicitar o apoio do Pimentel, que também é empresário e sabe como essa situação é complicada”, afirmou Miguel Fuentes Romero Filho, da Sorvetes Guri.

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio